domingo, 4 de junho de 2017

Zona da mata encanta visitantes e se consolida como roteiro turístico

Arte, história e natureza. A união dessas três palavras compõe um dos cenários mais encantadores de Alagoas. A Zona da Mata de Alagoas engloba diversos atrativos ricos em cultura e beleza, sendo um dos roteiros turísticos mais completos do Estado.
Nela, podemos destacar a Reserva Ecológica Osvaldo Timóteo, em São José da Laje. Considerada uma Reserva Particular de Patrimônio Natural (RPPN) desde 2007, a área é totalmente voltada para o reflorestamento e conservação da Mata Atlântica. A RPPN promove a educação ambiental através de atividades científicas, culturais e recreativas, além de desenvolver atividades econômicas que não comprometem o equilíbrio ecológico da área.
Ainda em São José da Laje, é possível realizar o “Roteiro Integrado da Civilização do Açúcar”, que inclui a visita à Usina Serra Grande, uma das mais antigas de Alagoas e pioneira no trabalho de conservação da Mata Atlântica. No terreno da usina, encontra-se ainda um museu que expõe objetos e fotografias do início do século passado.
No começo de abril, jornalistas e receptivos turísticos, a convite da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur), conheceram os atrativos da região. Para a secretária de Turismo de São José da Laje e administradora da RPPN Osvaldo Timóteo, Jacineide Maia, o destino vem ganhando notoriedade graças às ações de promoção desempenhadas.
"Disponibilizar a oportunidade de apresentar os atrativos e promover o destino é uma iniciativa louvável. Com isso, podemos incrementar o produto e possibilitar a permanência do visitante por mais tempo, além de criar um vínculo com o turista. Propostas como essa, trazem a certeza que estamos no rumo certo", comemorou.
Guia de turismo desde 2005, Fábio Bezerra recepciona os visitantes pela operadora WS Receptivo. Para ele, é de suma importância conhecer mais sobre pontos turísticos espalhados pelo Estado.
"Alagoas é um Estado muito rico e que apresenta com atrativos que englobam cultura, história, aventura. Muitos desses atrativos já são produtos prontos, faltando pequenas adaptações para incluir novas rotas, é o caso da Zona da Mata de Alagoas. Todos esses atrativos causam em nós uma sensação de pertencimento e de orgulho. Para nós, isso é fundamental!", disse Fábio Bezerra.
O estudante Felipe Miranda, de 22 anos, sentiu o bom momento e resolveu investir na região. Em 2015, montou a Ecoexcursão, uma empresa que promove passeios e trilhas na Zona da Mata. Segundo Felipe, a empresa organiza dois passeios em média por mês, com cerca de 30 integrantes cada.
“Eu e meu sócio percebemos o aumento da procura por esse segmento e resolvemos aproveitar a tendência. Procuramos sempre oferecer a oportunidade de o turista conhecer e vivenciar a aventura e a beleza de lugares como as cachoeiras de Tiririca (Murici) e do Anel (Viçosa). São experiências únicas, que valem muito à pena e reforçam o nosso amor pelo Estado”, afirmou Felipe Miranda.
A rota intitulada “Caminhos da Liberdade” também engradece a região e traz à tona toda a história do povo quilombola e sua cultura, sobretudo durante a visita ao Parque Memorial Quilombo dos Palmares. O parque faz parte da zona rural de União dos Palmares e representa a luta daqueles que viveram na Serra da Barriga, mais precisamente no Quilombo dos Palmares, principal ponto de resistência contra o regime escravocrata no Brasil.
Em União dos Palmares, além do parque, encontra-se a comunidade quilombola Muquém, bastante conhecida pelo seu artesanato. Com características próprias, os traços presentes nas peças de barro retratam a tradição dos moradores do povoado e ganham o mundo pelas mãos de turistas e colecionadores.
Recentemente, durante as ações do Governo Presente, a Gerência de Design e Artesanato da Sedetur entregou três placas de sinalização do projeto Alagoas Feita à Mão nas casas dos artesãos do Muquém. A aplicação das placas pretende identificar, agregar valor e tornar o local marcado para o turista que passar pela região.
“Alagoas possui um imenso potencial turístico. Para consolidá-lo ainda mais, temos apostado em estratégias como a divulgação dos destinos nos principais mercados emissores, com presstrips, famtours e contato estreito com a mídia e com os receptivos turísticos. Além disso, investimos na valorização do nosso artesanato. Promovendo esse segmento, criaremos uma fonte de renda consolidada para essas famílias e enalteceremos a arte e a história do nosso Estado”, afirmou o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Helder Lima.
FONTE:[http://www.cadaminuto.com.br/noticia/304836/2017/06/03/zona-da-mata-encanta-visitantes-e-se-consolida-como-roteiro-turistico]

Nenhum comentário: